3 de mar de 2012

Copa 2014: Um chute na bunda do Brasil ?

Jérôme Valcke, secretario geral da FIFA, disse em entrevista coletiva em Londeres (02/03/2012): "Eu não entendo por que as coisas não estão se movendo. Os estádios não estão dentro no cronograma, e por que tantas coisas estão atrasadas?" perguntou. Segundo ele, o Brasil precisa "se mexer", e os organizadores da Copa precisam "levar um chute no traseiro e entregar essa Copa do Mundo" (UOL).

Aldo Rebelo, Ministro do Esporte, e um dos organizadores da copa, rebateu: "O secretário-geral da Fifa não pode ser nosso interlocutor", "As declarações do secretário da Fifa são inaceitáveis", "Não podemos receber um comentário de ofensa pessoal. Imagina alguém dizer que vai fazer isso [chute no traseiro] com sua família, com seu clube, com sua sociedade. Imagina com um país", respondeu Rebelo. "Não pode." (UOL)

Opinião

Particularmente acho o Futebol um esporte muito alienante para nós brasileiros e atrapalha em muito o desenvolvimento de outros, além de não servir de exemplo para uma criança em sua forma profissional.

Falando sobre o bate-boca acima, poderia resumir dizendo: "Quero mais que se foda tudo isso", mas fazendo uma analise mais profunda, percebi que não gosto de levar chute na bunda e lhes explico porque.

Infelizmente, concordando ou não, tendo votado ou não, torcendo ou não, sendo péssimo ou não, o senhor ministro da república Aldo Rebelo, um dos organizadores da copa ao lado do 'estranho', 'intrasnparente', 'suspeito de corrupção e roubo', Ricardo Teixeira, é um representante do povo, fruto de um processo limpo e democrático, sendo assim se ele leva um chute na bunda, levamos junto.

O tal de Valcke, poderia ser mais construtivo em sua crítica, pois chutar alguém não necessariamente dá algum resultado, às vezes, até atrapalha mais.

A única vantagem que esta Copa traz, é melhoria em algumas cidades sedes, de resto é muito desperdício de dinheiro público (leia-se corrupção) e energia política para apenas uma modalidade esportiva.

O Governo criou um portal (visite aqui), a algum tempo mais pouco divulgado, referente a Copa de 2014, vale a pena a visita para termos um visão, apesar de governo, mais completa das obras, coisa que você não encontrará em nenhuma mídia jornalistica, infelizmente.

Agora, tem uma pessoa em especial e que citei acima, que merecia um belo chute na nádegas e abondanar uma certa confederação de longa data. Mas este é amigo pessoal de Valcke, ou seja...

Leia também:


'Maldito seja Galvão Oeno'
'Para onde vai tudo isso, Ricardo Teixeira?'



João M. A. da Silva
Data: 03/03/2012
Hora: 21h20
Momento: Chutando o Brasil
criticasconstrutivas.blogspot.com

3 comentários:

Rômulo disse...

Como pode o governo fazer isto com os brasileiros. É praticamente enfiar a mão no bolso dos cansados contribuintes e entregar de bandeja nas mãos de uma instituição internacional que já é tão rica, e que acaba de ficar ainda mais passando pelo Brasil onde vai receber isenção de impostos no valor de R$ 558,83 milhões, a FIFA. É lamentável também ver o governo compactuar com os chamados "trabalhos voluntários" que é de 10 horas diárias sem remuneração durante todo o evento, recebendo em troca apenas uma armadura (uniforme), alimentação e um muito obrigado volte sempre dos organizadores. Isso é exploração e se não escravidão comparado com ao faturamento da FIFA, de apenas uma parte inicial que é a isenção de impostos no caso, e que pode chega a bilhões com a simples realização do evento. É muito triste ver o governo não fazer nada pela integridade dos brasileiros que carece de educação e que não conseguem entender que Capa do Mundo é bom para a FIFA e não para os brasileiros que, aliás, a dívida do evento se estenderá por longos anos a ser pago por todos os sofridos contribuintes de um país que tem preços da França e salários do Haiti. E, a saber, também que tal evento é extremamente elitista, ou seja, são os afortunados os reais participantes dos jogos. E como é tamanha a desigualdade no Brasil, a grande maioria não vai se quer passar na porta dos estádios. Isso tudo também se aplica às olimpíadas no Rio de Janeiro, onde o rombo pode ser ainda maior por ser um evento sediado numa única cidade. Vergonha de ser brasileiro!

João M. A. da Silva disse...

Bons argumentos Rômulo, obrigado pela visita, me fez lembrar "O Analfabeto Político" por Bertolt Brecht.

Anônimo disse...

¨¨Minha critica é que o nosso país está completamente desvalorizado,e que se os próprios habitantes não fazem nada quem fazer?Os turistas?
Respondendo a pregunta claro que não.E quem pode fazer?
Quem pode salvar o nosso país dessa calúnia?.
Mas nem calúnia és.Na verdade é nós que votamos nesses políticos.
Mas será que é o só os políticos?
Se alguem souber me responder...
RESPONDA!