16 de set de 2010

Eleições 2010: Jornal Folha de São Paulo e seu Presidente 40

Tenho acompanhado diariamente a cobertura das eleições do Jornal Folha de São Paulo e venho declarar minha opinião a respeito: triste, lamentável e bossal.

Uma coisa é apoiar um candidato (o Presidente 40 da Folha)* outra coisa é o que a Folha vem fazendo com o que conhecemos hoje por jornalismo, é ferir a ética e o bom senso. É mergulhar na escumbalhação e dar um soco nos leitores mais perspectivos. Colunistas com dores dos amigos indo mal em pesquisas, reportagens montadas de forma grosseira, declarações omitidas, entrevistas pagas, arquivos ressuscitados, visão monocrítica, manipularismo e outras monstruosas características que assombram o jornal.

Alinho também que infelizmente a pratica deste tipo de jornalismo não é exclusivo do Grupo Folha, rege a cartilha de já algum tempo de um jornalismo preguiçoso, reprodutor de texto e de memória curta. Onde interesses maiores (leia-se: a mando de) por quase sempre, é que arredonda o ponto final de uma reportagem.

*Presidente 40, é o slogan usado pela folha no caderno especial Eleições 2010, impresso diariamente. Em nota o Jornal diz ser referência ao presidente de número 40 do Brasil, rs.



João M. A. da Silva
Data: 16/09/2010
Hora: 13h23
Momento: Cobertura eleição 2010
criticasconstrutivas.blogspot.com

[Este 'Post' também foi publicado no Observatório da Imprensa, leia aqui]

Nenhum comentário: