2 de ago de 2010

Franz e seu Pai: Resenha de Carta ao Pai - Franz Kafka

Título: Carta ao Pai
Título original: Brief an den Vater

Autor: Franz Kafka

Tradução: Marcelo Backes

Editora: L&PM Pocket

Edição: 1ª - vol. 371

Ano: 2009 (reimpressão)


"Tu me perguntaste recentemente por que afirmo ter medo de ti. Eu não soube, como de costume, o que te responder, ..."

Ao pesquisar algo sobre Kafka, vida e obra, a relação dele com seu pai é sempre destaque.

Esta obra, que de fato é uma carta, escrita para ser entregue ao seu pai Hermann Kafka. Porém, ele nunca a recebeu. Foi escrita quando ele tinha 36 anos, provavelmente entre os dias 10 e 19 de novembro de 1919 em Schelesen, junto a Liboch, na Boêmia.

É, portanto um escrito muito particular e pessoal de Franz Kafka, que ao longo desta demonstra de forma bem critica todo seu sentimento e opinião em relação a postura do seu pai no trato com seus filhos, esposa e com outros em sua volta.

Kafka deixa claro que as suas obras literárias, ou seja, sua vida de escritor é influenciada nesta relação difícil com seu pai.

A imagem que ele tinha de seu pai é de um ser frio, punidor e tirano. Dá exemplos da educação recebida quando garoto e em grande parte, o culpa por ter desenvolvido uma personalidade indecisa, frágil e medrosa.

Por outro lado, Kafka em alguns momentos, demostra certa admiração pelo seu pai, e o elogia algumas vezes. Próximo de uma relação de amor e ódio.

Apesar de alguns exageros por parte de Franz, o fato é, que após a leitura desta obra, consegue-se entender bem a relação e influência paterna nas obras de Kafka.



João M. A. da Silva
Data: 02/08/2010
Hora: 21h50
Atualizado: 19h20 (03/08/2010)
Momento: Mundo kafkiano
criticasconstrutivas.blogspot.com

Nenhum comentário: