24 de abr de 2010

45 da Globo e 45 do Serra: tudo a ver (!?)

A Globo lançou uma campanha publicitária comemorativa dos seus 45 anos, porém esta durou poucos dias no ar. O pessoal do PT alegaram que a campanha continha mensagens subliminares em prol da candidatura de Serra.

Notícia do G1: Rede Globo suspende campanha de comemoração de 45 anos (19/04/2010)

No Blue Bus: Globo fazia campanha dos 45 anos, parecia campanha pro Serra, tiraram do ar (19/04/2010)


Infelizmente aqui no Brasil os maiores veículos jornalísticos estendem várias bandeiras ideologicas, deixando a imparcialidade no campo da teoria, esta que deveria ser a mais alta das bandeiras.



João M. A. da Silva
Data: 24/04/2010
Hora: 14h40
Momento: Fechando a semana
criticasconstrutivas.blogspot.com

2 comentários:

Guilherme Scalzilli disse...

A Globo se posiciona

Difícil saber se o que mais enoja no episódio da vinheta da Rede Globo é a cara-de-pau da emissora ou o cinismo de seus defensores. Fosse numa TV estatal venezuelana, nossos “democratas” estariam indignados.
Não há margem para dúvidas acerca das intenções da peça: repete-se o mote da campanha de José Serra e a tipologia do “45” é quase idêntica à utilizada pelo PSDB. Uma passada pelo documentário “Muito além do Cidadão Kane” (1993), de Simon Hartog, derruba qualquer possibilidade de coincidência inocente. Nada muito distante, aliás, do “padrão Ali Kamel” de subjornalismo.
Não sei se a emissora retirou a campanha do ar por causa da repercussão negativa. Tudo parece planejado demais. As inserções durante o Fantástico foram suficientes para medir o comportamento da audiência e estabelecer uma linha de identificação subliminar que continuará servindo à campanha de Serra.

Juliana Pires de Sousa disse...

Bem feito para a Globo, ela é manipuladora, imparcialidade é coisa que não existe nesse emissora.

Beijos