15 de nov de 2009

Rodoanel de José Serra: 79 irregularidades aponta TCU

Na última sexta-feira (13/11/2009), nas obras do Rodoanel (SP), três vigas caíram e deixaram três pessoas feridas. Uma auditoria do TCU (Tribunal de Contas da União) apontou que as empreiteiras utilizaram vigas pré-moldadas para baratear o custo dos viadutos.

O Jornal da Tarde noticia que estas irregularidades já são conhecidas desde o ano passado:

Auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU), entre maio e julho de 2008, apontou alterações no projeto básico da obra. Para reduzir os custos, as empresas contratadas alteraram métodos construtivos, com redução no número de vigas usadas em pontes, substituição de estacas metálicas por pré-moldadas e troca de areia por brita em muros de contenção. “Assim, usaram menos material de construção, mas receberam o mesmo dinheiro”, explica o relatório do Tribunal. (JT)

Do outro lado o Jornal Folha de São Paulo, já saiu em defesa do governo Serra, com as manchetes:

- Construtoras não cumpriram o contrato em obra do Rodoanel (Leia aqui)
- Dersa descarta falha em projeto de construção do Rodoanel (Leia aqui também)
- Arce nega uso de material "mais barato" e descarta que vento tenha provocado queda (Leia aqui)

Leia mais:

- O acidente do Rodoanel no Blog do Luiz Nassif (Leia aqui)


Serra, estamos de olho...


João M. A. da Silva
Data: 15/11/2009
Hora: 10h43
Atualizado: 19h54
Momento: Antes do almoço de domingo
criticasconstrutivas.blogspot.com

14 de nov de 2009

Revista Época: Capa sobre o apagão... por que Dilma?


Passei na banca hoje e vi a capa da Época desta semana (14/11/2009), uma lanterna e o título: "Temos uma certeza: que não vai ter apagão" - Dilma Rousseff (29/10/2009) - 12 dias antes do blecaute que atingiu 18 estados brasileiros.

Sabemos da prepotência de alguns políticos que acham que resolveram todos os nossos problemas e que são donos da verdade. E já conhecemos o conceito de humildade e do trabalho duro, então não é esta a discussão que quero levantar.

A infelicidade da afirmação de Dilma há duas semanas é deleite para a oposição do governo. Porém como político são seres estranhos que normalmente não resolvem nada, podemos até desconsiderar, mas um veículo de comunicação de alcance nacional, me entristece, pois gostaria de ver uma discussão mais séria a respeito de um problema tão grave.

Portanto, uma capa política de Época a esta altura mostra como estamos mal servidos de informação limpa, imparcial e cientifica. Aonde condiconamento político assombram as mentes de editores fanaticos pelo seu time de coração ou melhor, partido.


João M. A. da Silva
Data: 14/11/2009
Hora: 15h30
Momento: Vespera de aniversário
criticasconstrutivas.blogspot.com

Para refletir: Celebrando a perfeição humana




Perfeição

Renato Russo - Legião Urbana

Vamos celebrar
A estupidez humana
A estupidez de todas as nações
O meu país e sua corja
De assassinos
Covardes, estupradores
E ladrões...

Vamos celebrar
A estupidez do povo
Nossa polícia e televisão
Vamos celebrar nosso governo
E nosso estado que não é nação...

Celebrar a juventude sem escolas
As crianças mortas
Celebrar nossa desunião...

Vamos celebrar Eros e Thanatos
Persephone e Hades
Vamos celebrar nossa tristeza
Vamos celebrar nossa vaidade...

Vamos comemorar como idiotas
A cada fevereiro e feriado
Todos os mortos nas estradas
Os mortos por falta
De hospitais...

Vamos celebrar nossa justiça
A ganância e a difamação
Vamos celebrar os preconceitos
O voto dos analfabetos
Comemorar a água podre
E todos os impostos
Queimadas, mentiras
E seqüestros...

Nosso castelo
De cartas marcadas
O trabalho escravo
Nosso pequeno universo
Toda a hipocrisia
E toda a afetação
Todo roubo e toda indiferença
Vamos celebrar epidemias
É a festa da torcida campeã...

Vamos celebrar a fome
Não ter a quem ouvir
Não se ter a quem amar
Vamos alimentar o que é maldade
Vamos machucar o coração...

Vamos celebrar nossa bandeira
Nosso passado
De absurdos gloriosos
Tudo que é gratuito e feio
Tudo o que é normal
Vamos cantar juntos
O hino nacional
A lágrima é verdadeira
Vamos celebrar nossa saudade
Comemorar a nossa solidão...

Vamos festejar a inveja
A intolerância
A incompreensão
Vamos festejar a violência
E esquecer a nossa gente
Que trabalhou honestamente
A vida inteira
E agora não tem mais
Direito a nada...

Vamos celebrar a aberração
De toda a nossa falta
De bom senso
Nosso descaso por educação
Vamos celebrar o horror
De tudo isto
Com festa, velório e caixão
Tá tudo morto e enterrado agora
Já que também podemos celebrar
A estupidez de quem cantou
Essa canção...

Venha!
Meu coração está com pressa
Quando a esperança está dispersa
Só a verdade me liberta
Chega de maldade e ilusão
Venha!
O amor tem sempre a porta aberta
E vem chegando a primavera
Nosso futuro recomeça
Venha!
Que o que vem é Perfeição!...




João M. A. da Silva
Data: 14/11/2009
Hora: 15h10
Momento: Vespera de aniversário
criticasconstrutivas.blogspot.com

2 de nov de 2009

A multidão do grito reprimido e a fantastica história do salmão vermelho


Ao acaso assim teria sido aquele intenso zumbido.

E os gritos tão altos foram inversamente proporcionais ao ocorrido.

Os selvagens sairam de suas cavernas ancestrais.

Mas continuam presos em suas celas mentais.

Pois a diversidade incomoda aos animais fora de moda.

Quando sozinhos ficam em silêncio e na multidão liberam os sentimentos reprimidos.

Mas esperem um pouco, escutem o grito do urso faminto:

"Eu só quero comer o salmão vermelho"



João M. A. da Silva
Data: 02/11/2009
Hora: 15h22
Momento: Lendo notícias sobre comportamento estudantil e mulheres de mini-saia.
criticasconstrutivas.blogspot.com