31 de mar de 2009

Absurdo! - Governo de SP vai alugar 80 mil PCs com Windows Vista por R$ 400 milhões

Acabo de me informar via e-mail e confirmado no site da info (aqui) e do FDE - Fundo de Desenvolvimento da Educação (aqui), que o governo tucano de José Serra, irá alugar 80 mil computadores com o sistema operacional Microsofot Windows Vista no valor de R$ 400 milhões em um contrato de quatro anos. Sendo que dos atuais 70 mil computadores presentes nas escolas, 50 mil serão descartados.

Segundo a reportagem de Felipe Zmoginski de Info Online (aqui) "ao contrário do governo federal, que defende a adoção do software livre nas escolas e repartições públicas, o governo do Estado de São Paulo preferiu a plataforma da Microsoft. (...) quando o atual governador paulista José Serra (PSDB) substituiu a petista Marta Suplicy (PT) na prefeitura da capital paulista, em janeiro de 2005. Na época, alguns telecentros criados por Marta baseados em software livre receberam PCs com Windows"


Opinião


Como voluntário do Projeto Reciclando Tecnologia (conheça o projeto aqui), sinto na obrigação de informar e protestar sobre o absurdo tanto no descarte das máquinas ditas "obsoletas" (50 mil) quanto no contrato no valor de R$ 400 milhões de reais. Mas por que?

1) Existem soluções com software livre que reduziriam drasticamente o valor deste contrato.

2) As 50 mil máquinas não necessitariam ser descartadas, pois poderiam ser utilizadas como terminais leves juntamente com um pacote de softwares livres.

3) A forma como estes computadores serão inseridos na escola (com uma sala com 4 cadeados), criará um ambiente de pouca valorização por parte dos alunos a estes equipamentos e a escola perderá uma oportunidade de desenvolver o trabalho em equipe e pró atividade, se a metodologia de ensino for a velha aula de informática.


O Projeto Reciclando Tecnologia

O projeto da turma do 6º semestre de 2008, do curso Tecnologia em Informática da FATEC de Guaratinguetá - São Paulo. Foi idealizado por Jorge Mendes aluno da mesma turma e foi apresentado pela primeira vez no ano de 2006 na XI Semana de Tecnologia da FATEC. Em 2008 o projeto foi colocado em pratica, com a doação de computadores que foram descartados pelo Banco do Brasil, pois tinham 10 e 15 anos de uso, foram feitos terminais leves (computadores sem disco rígido e com pouca memória), colocados em rede e sustentado por um computador atual, disponibilizado pela escola. Foi utilizado o sistema operacional Kubuntu juntamente com outros softwares educacionais, todos livres com custo R$ 0,00. O projeto final de um laboratório com 7 computadores mais um computador atual com todos os aplicativos e recursos de rede e Internet, não custou mais que R$ 2.500,00, pois os computadores ditos "obsoletos" foram reciclados para o uso. Este mesmo laboratório com software proprietário com licença (Windows, Office, etc.) e sem a utilização de computadores "obsoletos" não custaria menos de R$ 20.000,00. Uma economia de mais de 85%. Bem, mas não estamos falando só de dinheiro, porque parece que Serra tem de sobra, lhes conto no outro parágrafo uma outra atuação do projeto.


Foto do Laboratorio de Terminais Leves com Software Livre, 2008, FATEC - Guaratinguetá

Além de oferecer um laboratório de informatica, o projeto tem a seguinte linha de trabalho. A escola/instituição recebem as doações das máquinas (computadores que o Serra esta jogando fora), os próprios alunos dessas escolas irão se envolver na montagem do laboratório desde o ínicio, assim darão mais valor ao bem público. Tudo isso supervisionados e coordenados por alunos estagiários de universidades e cursos técnicos e professores treinados para este fim. E os alunos que passaram por esta experiência poderão levar o projeto para frente atigindo comunidades aonde a inclusão digital não chegou, pois o custo é muito baixo. Dentro das escolas o laboratório ajudará nas aulas que passarão a ser mais interativas, e com o envolvimento dos alunos abre-se um legue de possibilidades digitais que o ensino tradicional não proporciona, como edição de vídeos feitos pelos próprios alunos, grupos de estudos, desenvolvimento tecnologico e iniciação científicia, etc. Além de ajudar na formação de jovens mais preparados para o mercado de trabalho.

Fica a dica do site: http://fatecti.wordpress.com/projetos

Para encerrar, Serra leia uma notícia fresca do IDGNow (6/04/2009): "Governo brasileiro economiza R$ 370 milhões usando softwares livres" - Brasília - Segundo o Serpro, total é ainda maior se forem considerados os valores economizados com a manutenção e aquisição de licenças.


Outros 'Posts' relacionados:

Projeto: Reciclando Tecnologia - laboratório de terminais leves com software livre - 12/11/2008
"O lado sujo da indústria limpa" - Eu já sabia! - 06/02/2009



João M. A. da Silva
Data: 31/03/2009
Hora: 19h40
Atualizado: 20h00 - 08/04/2009
Momento: De olho nos tucanos
criticasconstrutivas.blogspot.com

Um comentário:

Slash disse...

Esse povo é louco... Com esses 400 mi dava pra comprar muita máquina com Linux...

Como se fosse difícil aprender a usar o LInux, ainda mais como usuário doméstico, que só usa o aMSN e o Orkut...

Governador sem noção...