27 de ago de 2008

É proibido pensar?





* Este post não saiu em branco, talvez seja seus pensamentos!




João M. A. da Silva
Data: 27/08/2008
Hora: 14h40
Atualização: 14h50
Momento: Hei! você vai ficar de braços cruzados?
criticasconstrutivas.blogspot.com

22 de ago de 2008

Maldito seja Galvão Oeno

Dizem que podemos escolher, mas nem sempre podemos escapar de vultos ideológicos e filosóficos, infelizmente cuspidos nos ouvidos inocentes que movimentam a massa.

Maldito seja o poder do microfone na mão de alguém. Maldito seja a coerência do que se fala e pensa.

Maldito seja aqueles que nunca ajudaram ou apenas brincam em ajudar.

Quem são os "tatus" que cobram algo, daquilo que nem se quer conhecem.

Maldito seja, não necessariamente a pessoa, mas aqueles que imaginam que sem ajuda alguém consegue algo, que a falta de apoio é suprida por um elogio, que um "vai lá campeão" apaga a cuspida no rosto, que o aplauso alimenta a fome.

Qual foi a sua contribuição para o esporte e quanto dinheiro ganhou em cima do suor de operários.

Quantas crianças você educou. Quais foram suas atitudes!?

Maldito seja, seu verme de terra podre. Fique na sua sala com ar-condicionado e água fresca.

Maldito seja, rato sem opinião coerente, joga com o jogo do momento. Aplaude vento e crítica lesma.

Maldito seja, medíocre profissional. Que sem a qualidade de sua casa e sua equipe, não seria nada.

Como fazer critica com construção com tamanho buraco, difícil mas sempre existe:

Se retire do palco "bem amigo"!





João M. A. da Silva
Data: 22/08/2008
Hora: 13h55
Atualização: 14h10
Momento: Ouvindo merda na TV
criticasconstrutivas.blogspot.com

18 de ago de 2008

O Analfabeto Político por Bertolt Brecht

O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.

O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio dos exploradores do povo.

Por Berlot Brecht*





*Bertolt Brecht nasceu Augsburg, Alemanha em 1989, morreu em Berlin no ano de 1956. Foi um influente dramaturgo e escritor alemão.




João M. A. da Silva
Data: 18/08/2008
Hora: 13h22
Atualizado: 13h30
Momento: Gota sobre a água
criticasconstrutivas.blogspot.com



14 de ago de 2008

20ª Bienal do livro de são paulo: um oceano de palavras


Começa hoje (14 a 24 de agosto) a 20ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, no Pavilhão de Exposiçõs do Anhembi.

Entrada: R$ 10,00 (adultos) e R$ 5,00 (estudantes).

O Site oficial da Bienal do Livro e o portal Folha Online estão com espaços bem completos sobre o evento.

Infelizmente os brasileiros cultivam pouco a leitura.

Existe uma pesquisa chamada "Retratos da Leitura no Brasil" do Instituto Pró-livro (2008), site: http://www.prolivro.org.br, bem completa. O instituto disponibilizou em formato PDF a pesquisa, veja aqui.




João M. A. da Silva
Data: 14/08/2008
Hora: 13h52
Atualização: 14h35
Momento: Véspera de feriado na cidade
criticasconstrutivas.blogspot.com

11 de ago de 2008

Eleições 2008: Lista de candidatos que respondem a processos na justiça

Apesar do fato de que todo mundo é inocente desde que se prove o contrário. A lista da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), serve para informar se o seu candidato tem alguma pendência na justiça, já que o Supremo liberou a candidatura dos que tem "ficha suja" (veja notícia aqui).

Para consultar a lista clique aqui



Uma outra dica é o site do Projeto Transparência Brasil, que também contém uma base de dados com históricos de políticos brasileiros.




João M. A. da Silva
Data: 11/08/2008
Hora: 16h08
Atualizado: 16h10
Momento: Após ler o Jornal Regional
criticasconstrutivas.blogspot.com

Eleições 2008: Candidatos que queremos ter?




Anda circulando por aí este vídeo, pensei em duas reflexões:

1) Nervosismo ou falta de projetos?

2) Seu candidato a prefeito ou vereador, faria o mesmo?




João M. A. da Silva
Data: 11/08/2008
Hora: 14h25
Atualizado: 14h37
Momento: Comendo Kibe
criticasconstrutivas.blogspot.com

7 de ago de 2008

As olímpiadas


Antes uma observação: aprendi durante toda minha vida a chamar a capital da China de Pequim agora virou Beijing, não somente internacionalmente mas nacionalmente também. Estranho!?

Bem começa os jogos olímpicos que vão do dia 6 até o dia 24 (abertura 8).

Para mim as olimpíadas é uma forma de mostrar qual país é melhor que o outro, e o esporte se torna patológico porque a medalha vira a deusa da vez.

A excitação da mídia é absurda, quase que chegam ao orgasmo. As palavras herói e heroína só perdem para a de superação.

Primeiro vem aquelas coberturas culturais do país sede, mostram a culinária e o lazer dos habitantes nativos.

Depois todos os jornalistas ficam uniformizados ou com as cores do pais sede ou com as da bandeira do seu país, para mostrar patriotismo (ou falso). Entrevistas nos aeroportos, sorrisinhos e tapinhas nas costas: Vai lá campeão! Traga esta medalha para nós!


Vai lá campeão!?


É a maldita hipocrisia de cobrar resultados, parecem que se esqueceram de olhar para o apoio que o esporte recebeu durante os quatro anos passados.

Se bem que resultados olímpicos ao meu ver não passa de perfumaria.


Caso Tibete

Nessas olimpíadas em especial temos uma particularidade que pela sua grandeza se torna assunto para outro post. Mas o Tibete tem uma grande chance de gritar para o mundo. Pois é um absurdo o que a China faz com o povo tibetano, aliás com o seu próprio povo.

Se tem alguma medalha que mereça ser de ouro iria para a libertação do Tibete. Apesar do regime teocrático tibetano antes da revolução maoista não ser um modelo em termos de liberdade para o povo, acredito que estes 40 anos de exílio tenha mudado a cabeça de Tenzin Gyatso (14.º Dalai Lama) para uma maior liberdade religiosa e econômica de seu povo.


Por que choramos quando ouvimos o hino nacional?

Depois do momento político, voltamos.

Estranho mas a perfumaria nos faz chorar quando escutamos nosso amado hino nacional. A patologia mostra seu lado positivo o lado da emoção.

Ao ver aquela bandeira no topo do mundo no topo da lua nos sentimos super, nos sentimos melhores que todos, não nos sentimos do terceiro mundo, somos os reis agora. Não é o atleta que esta lá mas é todo o povo brasileiro que se superou das adiversidades da vida, das barreiras economicas, do desemprego, dos preconceitos de ser latino, mandamos tudo para o inferno e viramos os melhores, ninguém nos tira daqui de cima, pelo menos vocês irão ter que nos engolir...

...nem que seja por um minuto...

oh... já esta acabando... falta só mais um trecho... espere já vou descer daqui... deixa eu pelo menos ouvir o finalzinho...


o Pátria amada B R A S I L !





João M. A. da Silva
Data: 07/08/2008
Hora: 08h55
Atualização: 09h40
Momento: Risadinhas na TV
criticasconstrutivas.blogspot.com