7 de jul de 2008

Brasil, um país realmente de todos!

Lendo hoje (07/07/2008) alguns portais, vejo a seguinte notícia:


Estrangeiros compram "seis Mônacos" de terra no país por dia, mostra pesquisa

Fazendeiros e investidores estrangeiros têm comprado 12 km² de terras por dia no Brasil, o equivalente a seis vezes a área de Mônaco ou sete parques Ibirapuera, informa reportagem de Eduardo Scolese. (...) De acordo com o levantamento, a compra de terras é puxada pela soja e pela pecuária, pelos incentivos oficiais à produção de etanol e biodiesel e pelo avanço do preço da terra.

Fonte: Folha Online (íntegra aqui)



Opinião

Estes dados tem como base um estudo inédito do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) sobre vendas de terras a estrangeiros.

No Blog Controvérsia, tem uma matéria dê agosto de 2007 (um ano atrás!) a respeito deste assunto, aonde o Incra já sinalizava alerta a este tema.

Já postei duas outras notícias relacionadas:

- Mais sobre a Amazônia
- Lula e os dedos na Amazônia

Fazer levantamentos e não tomar ações para frear tais compras é no mínimo incoerente.

Acho que o Governo esta levando muito a sério a marca que criaram (aqui):

BRASIL, UM PAÍS DE TODOS!





João M. A. da Silva
Data: 07/07/2008
Hora: 11h09
Momento: Jogando fora a sujeira
criticasconstrutivas.blogspot.com

Um comentário:

Samira disse...

Os familiares do padre Adelir já foram informados a comparecer no IML do RJ para fazer o exame de DNA. Partes do "corpo", como você disse a forma 'carinhosa' de dizer (e deve ser mesmo, imagina, depois de quase dois meses), foram colhidas para realizar o exame.

Integrantes do rebocador que acharam o "corpo" julgaram ser do padre, pois havia muitos resquícios que, aparentemente, contribuíram para definí-lo como tal. Familiares informaram detalhes da roupa que ele usava no dia de sua saída com os balões e algumas características foram confirmadas. Além disso, havia a armação junto ao "corpo", do que poderia ser dos cintos que o amarravam aos balões.

Bem... imprudência, né? Ficou latente isso.

Mas quanto a tua entrada, sobre o "país de todos", é o que o governo, diariamente, parece confirmar. O presidente Lula já disse à imprensa que a Amazônia é dos brasileiros e tal, mas dia após dia, mais pedaços de terra são comprados por estrangeiros. Daqui a pouco, algum exército internacional invade a floresta com a desculpa de "protegê-la". E a população, necatibiriba. As pessoas acham que as ações em prol do meio ambiente devem ser tomadas só em um futuro distante, para proteger seus netos e bisnetos. Que nada! Temos que proteger desde já, o que há muito não fazemos. Se esperarmos pelo governo... putz, só vão sobrar alguns galhos retorcidos. Espero em Deus que não.

E aquela barbaridade que ocorreu com aquela mãe e as duas crianças. Tudo indica que foi a PM, mas há ainda o que investigar. Meu Deus! Hoje o ser humano parece que não vale mais nada. Dia após dia é gente morrendo. Virou "moda". E que moda macabra.

Abraços e fique com Deus!
Samira