11 de mar de 2008

Programa Observatório da Imprensa - Debate na TV: Sobre o uso de células-tronco embrionárias em pesquisas científicas

O programa Observatório da Imprensa (1) apresentado por Cláudia Tisato e um dos mais respeitados e importantes jornalistas brasileiros Alberto Dines, irá debater sobre o uso de células-tronco embrionárias (embrião) em pesquisas científicas, hoje (terça - 11/03/2008) às 22h40 na TV Brasil e TV Cultura.

O programa é sempre bom, como o assunto é polêmico, espero haver imparcialidade do Dines, um crítico da Igreja Católica, tendo espaço para ambos os lados, acredito que irá ser um debate interessante.

Andei dando algumas opiniões pessoais no site do Observatório da Imprensa (2), e acabei recebendo algumas críticas, como respeitador de críticas, às recebo. Como não domino o assunto e não pesquisei a fundo. Aguardarei o debate.



Analise do programa (1 dia depois... e 1/2 parte...)

Como previsto (veja acima), tínhamos no debate uma proporção de 4x1.

A favor das pesquisas:
- Ulisses Capozoli, jornalista, historiador da ciência e presidente da ABJC - Associação Brasileira de Jornalismo Científico.
- Reinaldo Guimarães, médico e secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde (leia-se José Temporão).
- Stevens Rehen, presidente da Sociedade Brasileira de Neurociências, Chefe do Laboratório de células-tronco embrionárias do Instituto de Ciência Biomédicas da UFRJ.
-
Alberto Dines, jornalista.

Contra as pesquisas:
- Dr. Cláudio Fonteles, Procurador-geral da República, autor do ADIn 3510, Ação Direta de Inconstitucionalidade.

Mediadora, Cláudia Tisato.

"Abre aspas"...Infelizmente no Brasil, ontem terça-feira (noite de BBB mais demorado), estava difícil achar uma TV para sintonizar a TV Cultura, para acompanhar o debate, temos que disputar espaço entre quem vai sair Marcelo x Rafinha, ou o Observatório da Imprensa, em debate, um assunto sério, importante e polêmico. Por isso quando se faz uma pesquisa no Brasil, o povo demora para responder, pois é difícil encontrar alguma coisa em um espaço vazio."Fecha aspas"

Alguns sub-temas discutidos:

- Conclusão dos participantes, não teve rodada final de considerações, a última frase foi de Ulisses Capozoli, disse não entender porque a Igreja Católica se preocupa tanto com a vida dos embriões, no pensamento de Capozoli, existem milhares de vidas que são tiradas (violência, homicídios, fome, etc.) e a Igreja Católica, segundo Capozoli, não faz nada a respeito. Esta afirmação foi confirmada (com o sinal afirmativo da cabeça) pelos debatedores a favor das pesquisas.
- Morte Cerebral, segundo Reinaldo Guimarães, a morte biológica no Brasil é definida através do sinal do eletrencefalográfico (quando não mostra nenhum tipo de atividade do cérebro) . Stevens Rehen, usou esse gancho para defender, já que o embrião não terá ligação nervosa e o uso de orgãos para doações é valida, no caso de morte cerebral, o uso de embriões poderia se enquadrar neste ponto. Já Fonteles usou o caso da menina Marcela (criança anencéfalo, e que há 10 meses desafia a ciência, caso raro). Neste momento houve uma pequena elevação da temperatura, Reinaldo Guimarães, disse que desconfia do caso da Menina Marcela e disse que Marcela esta morta perante a lei.

- O Bebê da Folha (Veja aqui), chamado assim pelo Dines, quem era a favor das pesquisas, acusaram (Ulisses Capozoli), de armação e de conspiração da Igreja Católica e da Folha. Fonteles, usou o Bebê da Folha como modo de sensibilizar as pessoas a respeito do começo da vida e achou normal a publicação, pois existem casos em outros países.
- (Teve mais...)


Conclusão

De um lado, pesquisadores ansiosos para pesquisar e se aprofundar cada vez mais nos mistérios da vida. E para eles como o embrião esta fora do utero da mãe não é uma vida em potencial. Pois para ter vida precisa ter ligação nervosa e a vida é um processo continuo, etc. Além disso, segundo os pesquisadores, o objetivo final deles é ajudar outras pessoas com curas oriundas dessas pesquisas.

Do outro lado, a Igreja Católica, nos seus mais de 2000 anos de história, sempre preocupada com os rumos da ciência e do homem, também esta com a vida, segundo os católicos, a vida nos foi dada por Deus, e para ela, a vida, começa no momento da concepção, e a manipulação (e morte) dessas vidas (embriões) não cabe ao homem. A própria Igreja Católica, que criou as Universidades, utiliza a Ciência para provar isso.

Uma coisa que estranho é a omissão de outras religiões, igualmente importantes, a este assunto. Pois como o estado é laico, e isso é bom, a opinião de todos (e de cada um) tem um peso muito grande e deve ser respeitada.

Enfim, um assunto sem dúvida polêmico, penso apenas que para ficar algo mas equilibrado, faltou no programa uma proporção 2x2 para enriquecer ainda mais o debate. Pois ficando 4x1, Alberto Dines, acaba caindo em contradição, pois é um critico da própria mídia e esta sempre de olho nas manipulações midiáticas.


Infelizmente para muitos o que interessa é que o Marcelo deixou o BBB 8.



João M. A. da Silva
Data: 11/03/2008 e 12/03/2008
criticasconstrutivas.blogspot.com

2 comentários:

Ecclesiae Dei disse...

Olá, meu xará. Obrigado pela visita, dica de leitura e postagem a respeito.
É uma pena, e muito triste perceber como alguns veículos da mídia têm manipulado dados tão relevantes para a sociedade brasileira, e para o futuro do país. Mas... como você mesmo atestou, o BBB é muito mais interessante para a maior parcela da população, ou seja, uns poucos como nós percebem essa distorção, e dela reclamam.
Continuemos fazendo a nossa parte, tão pequena,e pedindo a Deus que faça a dEle, que abra os olhos da sociedade.
Gostei do seu blog, mantenhamos contato.
Abraços

Evelyn Mayer de Almeida disse...

João,

Desconsidere a mensagem com o nome "Keia xonada". Eu não vi que o email do Google estava no nome da minha colega de trabalho =/

Eu copiei a mensagem (que eu escrevi antes) e coloquei neste.

Obrigada e desculpa mais um vez.
Evelyn.

Blog Fazei o que Ele vos disser


"Olá, João.

Obrigada por ter visitado meu blog.

O link que vc me indicou é uma matéria tendenciosa. Eu já havia lido e até escrevi algo em meu blog sobre no texto "Geração Coca-Cola". Não falo diretamente, mas quem leu a matéria entende o que eu quis dizer. É aquele negócio: por mais que a Igreja esteja atestando a Verdade através da própria ciência, os meios de comunicação NECESSITAM agir de forma irracional justamente para denigrir a imagem da Igreja. É o tal do Falso Testemunho. É triste, mas Jesus disse que aqueles que O seguissem passariam por isso... Então..."