20 de jul de 2007

Boas Notícias do Governo Lula

Vamos a elas:

Juros caem para 11,5% e Brasil deixa de ter taxa mais alta do mundo

Com placar apertado, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) reduziu em 0,5 ponto percentual o juro básico da economia (a taxa Selic), que passa de 12% para 11,5% ao ano. Trata-se da 17ª redução sucessiva da Selic.

Segundo reportagem da Folha, com o corte, o Brasil deixa de ter a maior taxa real de juros do mundo. Agora, o país fica com 7,7% de juros reais (descontada a inflação).

O primeiro posto passa para a Turquia, com 8,2% ao ano, segundo dados da UpTrend Consultoria Econômica.

Fonte: Folha - http://noticias.uol.com.br/economia/ultnot/2007/07/18/ult4294u708.jhtm - Acesso 18/07/2007.


Brasil terá 1ª termelétrica mundial alimentada a capim

Paulo Dias Figueiredo, da Agência Lusa Piracicaba, São Paulo, 19 Jul (Lusa) - O Brasil vai ter, a partir do próximo ano, a primeira termelétrica mundial alimentada a capim. O acordo para o investimento de R$ 80 milhões no projeto de construção da usina, que será instalada na Bahia, foi fechado na quarta-feira.

(...)

A matéria-prima, capim elefante, "foi escolhida devido a sua alta capacidade de receber de energia solar e transformar em matéria celulósica, através de um ciclo de produção completamente limpo, renovável e economicamente viável", disse Diniz.

(...)

O projeto permite ainda a obtenção de crédito de carbono no montante de 1 milhão de toneladas ano, que poderão ser vendidos no mercado internacional, gerando lucros adicionais aos da venda de eletricidade no mercado livre. A unidade deverá estar em operação em dezembro de 2008, segundo os promotores.

(...)

A capacidade de geração por meio dessa matéria-prima é de 45 quilowatts por tonelada, mas poderá triplicar nos próximos anos, graças ao melhor aproveitamento dos resíduos, incluindo o processamento da própria palha e das folhas da cana, para produção álcool celulósico.

Fonte: http://noticias.uol.com.br/economia/ultnot/lusa/2007/07/19/ult3679u2109.jhtm - acesso: 19/07/2007

Opinião

Economia

Não tem como, falar mal do governo, em relação a economia, podemos fazer algumas observações e criticas em tomadas de algumas decisões, mas falar que o atual governo não sabe administrar a economia é ser leviano e burro.

A nova redução da taxa de juros, mostra mais uma vez a inteligência do governo em relação ao crescimento econômico. E leva a equipe econômica a uma nova fase de trabalho, o controle do crescimento. Fazer crescer é uma coisa, controlar o crescimento é outro. Esperamos que a equipe continue bem os trabalhos. Já não temos mais a taxa de juros mais alta, mas continua alta.

Tecnologia termo elétrica à capim

É sempre bom ler algo como, "primeiro do mundo a fazer...", esperamos que dê certo, pelo menos esta tentando ser criativo e alternativo.

Esperamos também que não fique só no papel e que não aja muita corrupção e desvio de verba. Para isso a transparência. Sugiro um site com os valores e gastos a respeito, lançados semanalmente após o inicio das obras.

Entrou X - Saiu X.

E não Entrou X - Saiu Y.


João Messias A. da Silva
Data: 20/07/2007
http://criticasconstrutivas.blogspot.com

2 comentários:

Samira disse...

Olá João.

Não pude deixar de não observar que você fez um comentário em meu blog. Sim, as notícias pertinentes ao governo, em suma, são super negativas. É claro que o governo não pratica, de um todo, o bem, mas ontem pude verificar um comentário em um outro site, de uma pessoa que não recordo o nome, e que disse o seguinte: ..."Acho que todos os presidentes, se pudessem, fariam o melhor governo possível". Claro, assim poderiam ser eternizados na história como bons políticos. Todavia, a história, como bem sabemos, é diferente. Um político não governa sozinho um país. E assim acontece com nosso Brasil.

Quanto ao caos aéreo, infelizmente, a tragédia ocorrida na última terça (17) só veio abrasar ainda mais as críticas ao atual presidente. Contudo, já verificou-se que, o problema no reversor do avião contribuiu, e muito, para que ocorresse a tragédia, bem como a falta de grooving na pista e o alto grau de chuva do dia. Mas, a "grande” mídia, com interesses políticos, não perde tempo em dizer que o problema foi do caos aéreo. Outro ponto: na última quinta/sexta-feira houve um problema no Cindacta (região norte do país), o que impossibilitou vários vôos. Certo. Poxa, a mídia logo fala mal do governo e de quem assessora os céus brasileiros. Tudo bem. Mas as pessoas não param para pensar que se, caso os aviões não tivessem retornado de onde vieram, outras tragédias teriam acontecido... é falta de senso. ‘Tá’ certo que muitas pessoas morreram, e a causa deve ser apurada, bem como do acidente com a Gol, ano passado, no qual várias pessoas, entre elas capixabas de minha terra, morreram.

Acho um erro a Infraero tentar se isentar, de um todo, da tragédia. Ela também foi culpada. Mas a mídia exagera em sua cobertura e também as empresas aéreas, que superlotam seus aviões, igualmente não são isentas de culpa. Eu concordo com o que você disse, e acho que as pessoas devem ter mais criticidade ao aceitar todas as informações recebidas dos órgãos midiáticos locais e internacionais que, nesse caso, também foram alimentados com especulações de uma única emissora brasileira: a Globo. Que ela possui autonomia e base tecnológica para isso, tudo bem, porém ela também se pauta, mais do que nunca, em seus próprios interesses do que qualquer outra emissora neste país.

Fica meu recado e espero que tenha sido coerente e compreendida. Sei que muitos têm ponto de vista diferentes neste país, mas jamais haverá democracia neste lugar se uns aos outros não se respeitarem, digna e civicamente, as opiniões diversas. Concordo contigo e faço coro ao seu apelo. Sei que muitos serão os que irão nos apedrejar com nosso comentário, mas nem tudo na vida são flores, não é mesmo?

Um abraço e fique em paz.

Ps.: estava assistindo ao jornal da Rede TV! ontem, quando uma matéria interessante sobre uma das favelas do Rio me chamou a atenção. Agora, também esqueci o nome da favela - pois não moro no Rio - mas foi interessante ao passo que, depois que a Polícia se instalou anos atrás em tal favela, a criminalidade diminuiu até extinguir. Inclusive, o filme "Hulk II" está sendo gravado lá, sem problemas. Ou seja, a grande Mídia, que odeia os governantes, jamais falará isso, mas só mencionará que o Rio é repleto de violência e que o Brasil é um país que não vai para a frente. Pela Economia, não é isso o que constatamos.

Abraço.

Samira.

Samira disse...

Ps II: esqueci de perguntar:como é que coloca aquela tag que há em seu blog, com algumas notícias? Há como encontrar isso pré-formatado, em HTML?

Abs.